Resumo Agrishow 2018

O valor é R$ 2,7 bilhões: esse é o número que representa o movimento de negócios da Agrishow 2018. Essa marca, recorde, expressa o crescimento de 22,7% em relação à edição do ano passado, que faturou R$2,2 bilhões. A expectativa de aumento era de 8%.

Enquanto em 2017 houve participação de 38 empresas brasileiras, neste ano, a Agrishow contou com 60 empreendimentos nacionais.

Outras marcas de crescimento foram destacadas por meio das máquinas para grãos, frutas e café, além de equipamentos de armazenagem, irrigação e pecuária, são elas: 25, 15, 14 e 8%, respectivamente.

Pessoas de todos os cantos marcaram presença no evento: mais de 150 mil pessoas de 70 países diferentes. Vamos aos números das rodadas internacionais de negócios:

  • 527 reuniões;
  • 6,8 milhões de dólares fechados;
  • 16 compradores representantes de 8 países;
  • 17 milhões de dólares na expectativa de concretização até o final do ano;
  • total de 23,8 milhões de dólares.

Em 2017, a soma — com a participação de 16 compradores — resultou em 17 milhões de dólares.

A organização da feira dedicou esses números incríveis à confiança do agricultor, ressaltando a colheita referente à maior safra de grãos do Brasil. Foi citada também a liberação de financiamentos por parte dos bancos, além do andamento dos investimentos, cuja demanda estava represada.

Para a próxima edição, lições foram retiradas da Agrishow 2018. Algumas mudanças na infraestrutura estão sendo cogitadas, focadas no aumento da integração e interação com a demonstração das máquinas, dando maior acesso e estendendo a área atual de 440 para 580 mil metros quadrados.

Spread the word. Share this post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *